Pesca da Tainha vira roteiro turístico em Bombinhas

Há mais de um século, entre os meses de maio e julho, imensos cardumes de tainhas se aproximam da costa catarinense  São peixes costeiros de águas tropicais e subtropicais que saem das águas frias do estado do Rio Grande do Sul em direção ao Rio de Janeiro para desovar. Comunidades artesanais de Santa Catarina desenvolveram técnicas especiais para pescar e preparar este saboroso peixe.
A pesca da tainha é um dos maiores eventos culturais do litoral Catarinense sendo uma tradição indígena que se mantem até os dias de hoje graças às famílias de pescadores e moradores do lugar. A preparação inicia em Abril, com o conserto de redes e canoas. A abertura do período acontece em Maio e consiste de uma missa acompanhada de uma celebração. Os vigias se posicionam no alto dos morros desde antes do amanhecer observando o mar e a chegada dos cardumes, avisando aos pescadores nas praias quando é o momento certo para fazer o cerco nos peixes. Cada um tem uma função, é um trabalho em equipe e para a puxada das redes é necessária a colaboração de todos, pescadores, familiares amigos e visitantes dividindo o resultado entre todos os ajudantes. 
Uma parte muito importante é a preparação da tainha nas cozinhas. Há deliciosas receitas tradicionais desenvolvidas pelas cozinheiras e cozinheiros da região, com técnicas e ingredientes que passam de geração em geração.
Este acontecimento na região de Bombinhas é tão importante que foi tombado como Patrimônio Cultural e atualmente é um atrativo turístico muito procurado pelo público.
Durante este período o clima na cidade é agradável, geralmente ensolarado durante o dia, permitindo aos turistas realizar atividades e visitar os atrativos que a cidade oferece. 

Leave a Comment